sexta-feira, 13 de julho de 2012

Jornal Regional - 16 de julho 2012


































5 comentários:

  1. José Maurício, parabens pelo seu blog e pelas reportagens. Ah! que saudade da antiga matriz com suas pinturas ímpares, infelizmente ja pintaram por cima ou apagaram as originais, será que dá para recuperar? A nossa Matriz Nossa Senhora do Carmo era uma das mais bonitas da região. Seria interessante se voce conseguisse mais fotos e fosse publicando, todos nós agradeceríamos. Um abraço.
    Suely Terra
    São Paulo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Suely. Gostei de ler sua opinião sobre as pinturas de nossa Igreja Matriz de Ituverava. Creio, no entanto, que nada mais possa fazer para recuperar as pinturas que havia antes. Devem ter passado uma tinta branca em cima e foi feita uma nova pintura, infelizmente. O nosso Jornal Regional já abordou esse erro cometido contra a arte religiosa há tempos, mas ninguém se importou. Só um técnico, especialista no assunto poderia nos informar a respeito, mas isso também dependeria do padre da atualidade. Não sei a opinião do padre Vilmar a respeito. Mas é lastimável.
      Outras artes já foram eliminadas em Ituverava. No tempo do Cine Regina, foi feita uma obra artística, uma obra de um pintor italiano, de Ribeirão Preto, Bassano Vaccarini. O cinema virou uma loja e os donos da loja simplesmente passaram um tinta por cima.

      Excluir
    2. Infelizmente a maioria dos brasileiros, pricipalmente os governantes com raras excessões não se importam com com nossa história, apagam, queimam ou destróem nossa memória. Vemos por várias cidades quantos patrimonios históricos e tombados estão se degradando, ninguem dá valor. Por isso nós alguns brasileiros sempre estamos em busca da memória, pois recordar é viver!!!

      Excluir
  2. Zé Maurício, gostei bastante do texto "Filhos são como navios". Já sinto, por antecipação, a dificuldade que sentirei para "soltar as amarras". Muito bacanas também as fotos da seção "Memória".
    Um abraço;
    Rodrigo Nunes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rodrigo, obrigado pelo comentário. Abraços.

      Excluir